Coisas do Zaca


“Jornalistas-cozinheiros”


Um amigo meu, dono de restaurante, me confidenciou que depois que o presidente do STF, ministro Gilmar Mendes comparou a profissão de jornalista com a de cozinheiro, está pensando seriamente em recrutar esses profissionais diplomados para trabalhar na cozinha de seu estabelecimento.

Convém lembrar que “cozinhar”, no jargão jornalístico, significa reescrever texto publicado em outro veículo.

No cardápio, que passará a ser chamado de “Pauta do Dia”, provavelmente constará de certos pratos exóticos, com nomes sugestivos, tais como: “Manchete Sensacionalista ao Molho Madeira”, “Peixe na Retranca”, “Frango ao Copidesque” e, para acompanhar, que tal um “Cocktail de Última Edição”?

Em substancioso artigo publicado no site Observatório da Imprensa, nesta semana, o jornalista Alberto Dines faz um desafio: Gilmar Mendes, mesmo com seu vasto saber jurídico, sua cultura, sua capacidade de expressar-se com tanta clareza e elegância como também seu conhecimento do idioma alemão, quem teria coragem de contrata-lo para dirigir um jornal?

Dines enfatiza ainda que jornalistas são treinados para a infindável tarefa de reescrever-se continuamente e que nas redações não há tempo para filosofar. Nem há tempo para olhar-se no espelho e reclamar.

Agora, além do fim da obrigatoriedade do diploma, os candidatos a jornalistas que se interessarem por passar pela faculdade terão que estudar mais. No Ministério da Educação, a comissão que analisa as mudanças nas diretrizes curriculares do curso vai propor um aumento da carga horária das atuais 2.700 horas-aula para 3.200 horas-aula.

E tem mais: deverá voltar a permissão para a realização de estágio em redações, proibida desde a década de 70. E o curso de Jornalismo pode sair dos departamentos de Comunicação das universidades. Uma das idéias centrais da comissão é a necessidade de tirar o Jornalismo da área da Comunicação Social, passando a ter diretrizes independentes, mais focadas na área.

Nada contra a ilustre categoria dos profissionais de cozinha deste País, porém, graças a intérpretação equivocada do Douto Ministro Gilmar Mendes, de uma hora para outra, ficou-se sabendo que lugar de jornalista é na cozinha!


Escrito por Zacarias Martins às 16h30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Norte, GURUPI, Homem, E-mail: zacamartins@gmail.com
Histórico
Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
  ANA MÁRCIA
  JOÃO GOMES
Votação
  Dê uma nota para meu blog